Review: Rear Pheles – Lost memory – vol. 1 – Rokuhara Itsuki

Rear Pheles é um projeto da empresa Matatabi que possui drama CDs e um otome game, ambos lançados em 2015. A trama é inspirada no conto da Chapeuzinho Vermelho e o primeiro CD impressiona pelo ótimo ritmo e surpresas no enredo. Confira a análise completa a seguir.

postRearPheles
Título: Rear Pheles – Lost memory – vol. 1 – Rokuhara Itsuki
CV: Ishikawa Kaito
Data de lançamento: dezembro/2015
Empresa: Matatabi
Site oficial

Enquanto realizavam os deveres de bibliotecários, a heroína e Itsuki encontram um livro que nunca viram antes. Quando o abrem, uma luz misteriosa os envolve e os dois vão parar no mundo dos contos de fadas. Quando se dão conta de que estão em uma floresta, percebem que orelhas e uma cauda cresceram nele e que ela está vestindo um capuz vermelho. Enquanto vagueiam pela floresta, sons de tiros cortam o ar. Eles começam a ser perseguidos por alguém enquanto um segura na mão do outro e fogem.

ENREDO

Rear Pheles vol. 1 é basicamente um thriller ambientado no conto da Chapeuzinho Vermelho. Pode parecer clichê à primeira vista, até mesmo esse clássico correr/se esconder, mas a história é bem contada, segue um roteiro cheio de surpresas e tem um ritmo que não nos deixa perceber o tempo passar.

Ao longo da fuga dos personagens conhecemos a relação dos dois, com direito a flashbacks sobre como Itsuki conheceu a heroína, como se apaixonou por ela, etc. Uma coisa positiva que descobrimos aí é que a heroína parece ser do tipo que prefere proteger ao invés de ser protegida, o que deixa Itsuki frustrado porque ele quer fazer algo por ela pelo menos uma vez na vida. Contrabalanceando tudo isso temos os muitos momentos de humor graças também a nossa mocinha, uma amante de coisas fofas, que constantemente tenta pegar nas orelhas e no rabo pff do pobre Itsuki.

Então, no meio da história, a atmosfera muda bruscamente. Em um momento tudo é fofo e bobo, e no outro, vemos uma mudança repentina na personalidade de Itsuki que ocorre sob determinada condição. É aqui que as coisas começam a ficar sinistras/quentes e onde enfim identificamos o lobo mau da história.

A trama termina mais ou menos nos dando tudo o que precisamos saber sobre o personagem e deixando no ar se o que aconteceu foi ou não um aviso para a heroína tomar cuidado com ele no “mundo real”. Infelizmente muitas questões importante ficam sem respostas, como quem estava atirando? Ou o que foi toda essa confusão? Foi real ou não? Ou mais importante, a mocinha vai ficar longe desse rapaz a partir de agora, não vai?

PERSONAGEM

Rokuhara Itsuki é um estudante do 1º ano, colega de classe da heroína. É bonito, astuto e filho de uma rica família. Também é popular tanto entre mulheres quanto homens, inclusive tem um fã-clube. Apesar de estar sempre fingindo ser o aluno perfeito, na verdade ele não sabe como lidar com garotas.

Itsuki é um personagem feito para enganar o espectador. No início não dá para perceber grandes estereótipos, já que ele é gentil com a heroína, racional e tem as motivações dele para gostar dela e tudo mais. O tal receio que tem de ficar perto de garotas faz dele um fofo ao quadrado. Porém, vemos que não é bem assim. Para mim ele acabou sendo uma agradável surpresa (assustadora, mas eu gosto dessas coisas). Este é o ponto positivo do drama CD e na minha opinião, perder esse fator pode ser fatal para o ouvinte, por isso tentei não revelar muitos detalhes. Sem dúvida, o personagem faz o CD valer a pena.

ATUAÇÃO DO SEIYUU

Ishikawa Kaito fez um ótimo trabalho. Fãs vão gostar de ver as reações que ele deu ao personagem quanto aos ataques da heroína, são dignas de surtos! Por outro lado, você pode acabar lembrando de algum outro trabalho dele (Rinne, de Kyoukai no Rinne; Nine, de Terror in Resonance; Kageyama, de Haikyuu!!), já que Itsuki não é um personagem que oferece muita personalidade para o seiyuu se destacar. Mas no final ele brilha de verdade (e capricha no DHM, cof), um dos principais motivos para ouvir este CD.

CONCLUSÃO

9.0 No geral, é um bom drama CD. Ele soube usar os elementos do conto de fadas da Chapeuzinho Vermelho em um roteiro bem equilibrado e com um personagem que não é bem o que parece. A trilha sonora é bem trabalhada e combina com as cenas, especialmente as de humor e tensão. E temos ainda a ótima interpretação de Ishikawa Kaito, que embora lembre outros personagens que ele já dublou, não deixa nada a desejar. Enfim, Rear Pheles é recomendado para fãs dos gêneros thriller e dark fantasy. Eu ficaria mais contente se o final não tivesse ficado em aberto, mas provavelmente as respostas estão nos próximos CDs. Ou é isso, ou tudo não passa de uma amostra do que nos espera no otome game da série.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s